Ansiedade: quando é normal? Quando é doença?

Quando ouvir dizer que alguém sofre de ansiedade, cuidado. Não pense que essa palavra significa sempre uma doença mental. Trata-se de uma reação natural a muitas situações em nossas vidas. Na verdade, às vezes precisamos dela para nos sentir seguros.

Sentir-se ansioso é normal quando se vai encarar algo que preocupa, como o primeiro encontro com alguém, uma prova no colégio ou um prazo a se cumprir no trabalho. Assim, se você sente aquele frio na barriga ou seu coração bater mais rápido, não se assuste.

O problema é quando isso se repete muitas vezes ou é muito forte, e assim acaba atrapalhando sua vida. Você pode acabar deixando de fazer algo de que gosta ou que é importante. Lembre-se: os sinais de ansiedade devem sumir depois que a situação passa. Se isso não acontecer, é melhor procurar ajuda de um profissional de saúde mental.

Fique atento a sinais como estes: pensamentos ruins que se repetem e que você não consegue controlar, dificuldade para dormir, preocupações e medos exagerados, falta de ar, dor no peito e suar muito.

Para tratar esse transtorno, você pode contar com seu psicólogo e seu psiquiatra. Existem também alguns tratamentos que poderão aliviar os sintomas, como ioga e meditação. Mas não se esqueça, nada substitui a ajuda profissional.

Como evitar que a ansiedade vire um mal

Algumas atitudes simples podem ajudar a manter sua ansiedade em um nível normal.

Uma delas é ter boas noites de sono. Tente definir um horário para se deitar e não fique pensando nos problemas que tem de resolver. Exercícios de meditação e respiração, uma música tranquila e uma boa leitura são dicas valiosas antes de dormir. Também é bom apagar ou diminuir as luzes.

Há alguns alimentos que podem ser úteis. Um estudo apontou os seguintes: castanha-do-pará, sementes de abóbora, peixes, ovos, chá de camomila, chá verde, chocolate, iogurte e cúrcuma.

Outra dica boa é fazer exercícios físicos. Pode ser uma caminhada, corrida, andar de bicicleta, fazer pilates, nadar ou dançar.

Procure um profissional, converse e veja qual o melhor tratamento. Conte com a UNIICA!

Fontes de referência: Dr. Jairo Bouer, Zenklub, Veja Saúde, CenttralMed

Ansiedade: quando é normal? Quando é doença?
Rolar para o topo
Skip to content