Tédio: o que ele traz e como combatê-lo

Sabe esses dias em que horas dizem nada/E você nem troca o pijama, preferia estar na cama?/Um dia, a monotonia tomou conta de mim/É o tédio, contando os meus programas, esperando o meu fim (Biquini Cavadão – “Tédio”)

Quantas vezes você já pensou: “que chato, não tem nada para fazer aqui”? Ou: “todo dia é a mesma coisa”? Talvez: “nunca acontece nada de interessante”? E tem ideia de como isso afeta sua vida?

Um estudo feito na Dinamarca concluiu que o tédio pode levar pessoas a pensamentos e atitudes cruéis, como ver imagens de pessoas feridas ou ter vontade de prejudicar os outros.

E de onde vem o tédio? Ele aparece quando sentimos que aquilo que nos cerca deixou de ser interessante para nós. Isso pode acontecer por causa de desordem emocional, a qual tende a nos deixar desmotivados e sem vontade.

Como superar o tédio?

São muitas as formas. Aqui estão algumas delas:

  • Seja criativo. Leia um bom livro, faça um desenho ou pintura, escreva um texto ou uma mensagem para alguém, ou crie artesanato para você mesmo ou para dar de presente a uma pessoa querida. Faça o que tiver vontade.
  • Seja produtivo. Se o tédio lhe tira a vontade de fazer obrigações, pense no que as faz valer a pena. Faça exercícios diariamente. Pratique um esporte, tome um banho de mar, rio ou piscina, vá dar uma volta por aí, ou faça alongamentos em casa mesmo. Outra dica é aprender artes, culinária, música ou jardinagem. Também vale conferir se há algo fora de ordem na sua casa ou tirar do papel uma tarefa que vem deixando para depois há algum tempo.
  • Interaja com os outros. Jogue on-line com seus amigos usando seu computador, celular ou videogame. Se tiver mais alguém na sua casa, você pode jogar algo simples, que só precise da sua voz. Por exemplo, criar histórias, contar piadas ou fazer charadas. Você também pode dar um passeio ou ver um bom filme.
  • Encontre formas de se divertir. Veja fotos e vídeos divertidos na internet. Faça um bolo ou outra receita fácil, procure na internet. Crie uma lista de músicas em alguma plataforma como o Spotify. Pratique passos de dança – não precisa ser nada profissional, mas você pode assistir a vídeos na internet, como os do FitDance. Conferir fotos antigas é outra boa dica – isso lhe trará um sentimento nostálgico e lhe fará pensar em como as coisas mudaram com o tempo.

E como evitá-lo?

  • Não só a falta, mas também o excesso de estímulos pode causar tédio. Por exemplo, um lugar com música alta e/ou muitas pessoas conversando pode lhe distrair, tornando mais difícil realizar sua tarefa. Coloque fones de ouvido, ou vá para um lugar mais tranquilo.
  • Coisa parecida acontece quando você se sente cheio de energia. Se isso acontecer, antes de continuar sua tarefa, faça algo para liberar essa energia, como uma caminhada.
  • Não fique muito tempo vendo a televisão ou suas redes sociais. Isso lhe fará imaginar estar fazendo outra coisa.
  • Defina uma programação diária. Marque algo para fazer em certo dia ou horário, se não tiver nada programado. Anote na sua agenda, ou coloque um lembrete no seu celular.
  • Faça planos com seus amigos. Lembre-se: uma conversa em rede social não se compara a encontrar um amigo ao vivo e em cores.
  • Ninguém é de ferro. Faça uma breve pausa durante uma tarefa longa. Por exemplo, você pode assistir a um vídeo na internet, ler um texto curto e divertido, ou mesmo caminhar no jardim.
  • Procure um lugar tranquilo para realizar seu trabalho em silêncio. Deixar a televisão ou o rádio ligado irá desviar sua atenção.
  • Sua alimentação também pode ser uma aliada. Prefira lanches mais saudáveis, como nozes ou frutas, em vez de energéticos ou café.
  • Mexa-se. Você pode fazer um alongamento no banheiro, ou fazer uma caminhada rápida, ao dar uma pausa no trabalho.
  • Arrume um trabalho. Você pode ter um emprego de meio-período, como em uma loja ou lanchonete, ou ser voluntário, como em um hospital ou ONG.

Quer sair ou evitar o tédio? Conte com a UNIICA!

Ligue (41) 3271-5855 ou mande um e-mail para contato.uniica@santacasacuritiba.com.br

Fontes de referência: Dr. Jairo Bouer, Hospital Santa Mônica, wikiHow

Tédio: o que ele traz e como combatê-lo
Rolar para o topo
Skip to content