Como superar o fim de um relacionamento

Nunca é fácil aceitar que alguém que você acreditava ser o homem ou a mulher da sua vida decidiu seguir sem você. Aquela pessoa com a qual você compartilhou muitos bons momentos e para a qual fez muitas declarações de amor. Que, mesmo não estando perto, você carregava nos seus pensamentos.

Surgem daí sintomas parecidos com os de uma pessoa viciada em drogas ao estar longe delas. Também é normal sentir como se alguma parte do corpo estivesse doendo, ou como se alguém tivesse morrido.

Mas se acalme. Tudo na vida tem um lado bom. Existem algumas dicas que você pode seguir para encarar de forma mais tranquila esse momento tão complicado. Vamos a elas.

Primeiro, não finja seus sentimentos. Não aja como se estivesse tudo bem, quando sabe que não está. Isso pode piorar muito as coisas.

Tente fazer coisas que você fazia antes da relação, ou algo que nunca fez antes. Aproveite o término para fazer o que a vida a dois tornava difícil ou impossível.

Pense no que vem a seguir. Defina metas. Veja o que segue igual na sua vida e o que muda. Comece pelo mais simples e só depois pense no que é maior e mais importante.

Não deixe de cuidar da sua saúde física. Comece ou volte a fazer atividades físicas, alimente-se bem. Se achar necessário, procure ajuda profissional. Os hormônios liberados pelos exercícios e outras atividades trazem sensação de bem-estar.

Veja se tem vontade de conhecer pessoas novas. Se tiver, não tenha medo ou vergonha. Mas, se precisar, dê um tempo.

Procure o apoio de pessoas queridas, como sua família e amigos. Isso poderá ajudar a mudar sua forma de enxergar a vida.

E, finalmente, a dica principal: se tiver alguma dúvida ou dificuldade, procure ajuda do psicólogo. Ele é quem saberá lhe dizer de onde vem o que você sente, o que pode estar errado e qual o melhor tratamento para o seu caso.

Conte com a UNIICA!

Fontes de referência: Boa Forma, BBC, Núcleo De-Stress

Como superar o fim de um relacionamento
Rolar para o topo
Skip to content