Home/Artigos / O que é a Vigorexia?

O que é a Vigorexia?

17 de maio de 2016

12 maio, 2016 às 15:17  |  por equipe do Blog Maluco Beleza

Transtorno psíquico caracterizado pela insatisfação da imagem corporal. Indivíduos acometidos por tal quadro promovem, através da realização exaustiva de atividade física e da suplementação alimentar de proteínas, o aumento da massa muscular.

Essa doença, também conhecida como Síndrome de Adonis, Bigorexia ou Transtorno Dismórfico Muscular, atinge, na maioria das vezes, homens entre 20 e 40 anos de idade e se caracteriza pelo julgamento inadequado da imagem refletida no espelho. O indivíduo se vê  fraco mesmo tendo um corpo caraterizado por musculatura definida. Assim como na anorexia, os pacientes se veem gordos ao espelho; na Vigorexia eles se veem fracos.

Devido tal quadro, os indivíduos passam a realizar exercícios físicos exaustivos, levando o corpo a apresentar cansaço/fadiga, dores musculares, maior risco de lesões musculares, irritabilidade, queda de imunidade e apetite, insônia e perda de potência sexual. A busca pelo corpo perfeito de forma obsessiva faz com que o indivíduo apresente tristeza recorrente, perda do prazer com atividades cotidianas, ansiedade e baixa autoestima. Com isso, o indivíduo busca drogas que facilitem o aumento/aquisição de massa muscular como forma de aliviar seu sofrimento interno. Torna-se frequente o uso indevido de hormônios anabolizantes (derivados de testosterona e GH – hormônio do crescimento).

Isto ocasiona sintomas psíquicos como agressividade verbal/física, irritabilidade, delírios, ciúmes patológico, dificuldade de concentração, impulsividade e delírios de grandeza. Traz ainda sintomas físicos como tremor, aumento de pressão arterial, impotência, acne, aumento de pelos, disfunção hepática, aumento de mamas, próstata e câncer hepático (fígado).

Ainda são comuns o abuso de outras substâncias como: cocaína, hormônios tireoidianos, diuréticos, proteínas, anfetaminas, vitaminas e cafeína. Estas substâncias também trazem consequências físicas e psíquicas similares às descritas acima com o uso dos anabolizantes.

O diagnóstico se faz através da entrevista psiquiátrica com a avaliação de sinais de alerta como: 1- preocupação excessiva com a atividade física devido insatisfação da imagem corporal ( não se acha forte o suficiente, ou magro o suficiente,…); 2- abandono das atividades cotidianas/trabalho/sociais para buscar manter pratica de atividade física excessiva; 3- presença de ansiedade intensa com exposição do corpo; 4- preocupação com a formatação muscular apresentada; 5- realização de suplementação alimentar, proteica e/ou vitamínica e 6- preocupação primária com a imagem corporal.

Deve-se investigar outras doenças associadas como o Transtorno de Personalidade Narcisista / Obsessivo-Compulsiva.

O tratamento se faz através da realização de psicoterapia, preferencialmente com a técnica cognitivo-comportamental, e farmacoterapia para os sintomas ansiosos associados. Utiliza-se para tal, os antidepressivos da classe dos inibidores seletivos da recaptação de serotonina.

Com o aumento da incidência da vigorexia em nossa sociedade, necessitamos constantemente maior orientação aos jovens. Fica o alerta pois são grandes os riscos da cultuação exagerada da imagem corporal e do abuso de substâncias lícitas/ilícitas através da aquisição em lojas de suplementos alimentares e academias.

Dr. João Luiz da Fonseca Martins é psiquiatra e responsável técnico da clínica psiquiátrica UNIICA – Unidade Intermediária de Crise e Apoio à Vida.

Compartilhe